Vergílio Ferreira

Portugal
28 Jan 1916 // 1 Mar 1996
Escritor

Retomo ao Ponto de Partida

Retomo, pois, ao ponto de partida
como um presente, o ponto de chegada.
Entre um começo e outro não há nada
Excepto o nada da vida vivida.

Desgaste, corrosão do que de novo
em velho se mudou antes de o ser,
etc.

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 1'
// Consultar versos e eventuais rimas




Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE