5 Poemas



Anseios (1)

Meu doido coração aonde vais,/ No teu imenso anseio de liberdade?/ Toma cautela com a realidade;/ Meu pobre coração olha cais!/ / Deixa-te estar quietinho! Não amais/ A doce quietação da soledade?/ T...
A Mensageira das Violetas

As Minhas Ansiedades (2)

As minhas ansiedades caem/ Por uma escada abaixo./ Os meus desejos balouçam-se/ Em meio de um jardim vertical./ / Na Múmia a posição é absolutamente exata./ / Música longínqua,/ Música excessivamente...

Balada de Sempre (3)

Espero a tua vinda/ a tua vinda,/ em dia de lua cheia./ / Debruço-me sobre a noite/ a ver a lua a crescer, a crescer.../ / Espero o momento da chegada/ com os cansaços e os ardores de todas as chegad...

Ansiedade (4)

Quero compor um poema/ onde fremente/ cante a vida/ das florestas das águas e dos ventos./ / Que o meu canto seja/ no meio do temporal/ uma chicotada de vento/ que estremeça as estrelas/ desfaça mito...

Anseio (5)

Oh, quem me dera embalado/ Nesse berço vaporoso,/ Nuvens do céu azulado.../ Onde os meus olhos repouso/ Já de tanto olhar cansado!/ / De tanto olhar à procura/ De um bem que o fosse deveras;/ De uma ...


Facebook

A Cantiga do Optimismo

Não embarquem na cantiga do optimismo. Sempre que possível, vejam as coisas pelo lado ruim. Desejem o melhor, mas não deixem nunca de esperar o pior. E saibam que dois terços das conquistas do Homem ...

Explicar Portugal

Explicar Portugal! As vezes que o tenho tentado para governo próprio e alheio! Mas dou sempre com a verruma em prego. O que digo ou escrevo nunca me satisfaz, mesmo quando os outros se dão por esclar...
Inspirações

Amor Sem Palavras

© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE