24 Poemas

<<

Ninguém o Tinha Amado, Afinal (21)

O pastor amoroso perdeu o cajado,/ E as ovelhas tresmalharam-se pela encosta,/ E de tanto pensar, nem tocou a flauta que trouxe pira tocar./ Ninguém lhe apareceu ou desapareceu./ Nunca mais encontrou...

Este Seu Escasso Campo (22)

Este, seu ‘scasso campo ora lavrando,/ Ora solene, olhando-o com a vista/ De quem a um filho olha, goza incerto/ A não-pensada vida./ Das fingidas fronteiras a mudança/ O arado lhe não tolhe, nem o e...

Idylio d'Aldeia (23)

Não sei que ha que me impelle/ Para o teu escuro olhar!.../ É mais branca a tua pelle,/ Do que o linho de fiar!/ / É tua boca um botão,/ E o teu riso a lua nova; -/ Quem me dera ter na cova/ Os ais d...

Na Aldeia (24)

A Cristóvão Aires/ / Duas horas da tarde. Um sol ardente/ Nos colmos dardejando, e nos eirados./ Sobreleva aos sussurros abafados/ O grito das bigornas estridente./ / A taberna é vazia; m...
<<

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE