6 Poemas



Contemplo o que não Vejo (1)

Contemplo o que não vejo./ É tarde, é quase escuro./ E quanto em mim desejo/ Está parado ante o muro./ / Por cima o céu é grande;/ Sinto árvores além;/ Embora o vento abrande,/ Há folhas em vaivém./ ...

O Homem que Contempla (2)

Vejo que as tempestades vêm aí/ pelas árvores que, à medida que os dias se tomam mornos,/ batem nas minhas janelas assustadas/ e ouço as distâncias dizerem coisas/ que não sei suportar sem um amigo,/...

Contemplo o Lago Mudo (3)

Contemplo o lago mudo/ Que uma brisa estremece./ Não sei se penso em tudo/ Ou se tudo me esquece./ / O lago nada me diz,/ Não sinto a brisa mexê-lo/ Não sei se sou feliz/ Nem se desejo sê-lo./ / Trêm...

Contemplação (4)

Sonho de olhos abertos, caminhando/ Não entre as formas já e as aparências,/ Mas vendo a face imóvel das essências,/ Entre idéias e espíritos pairando.../ / Que é o mundo ante mim? fumo ondeando,/ Vi...

A Vida Passa como se Temêssemos (5)

Deixemos, Lídia, a ciência que não põe/ Mais flores do que Flora pelos campos,/ Nem dá de Apolo ao carro/ Outro curso que Apolo./ / Contemplação estéril e longínqua/ Das coisas próximas, deixemos que...

O Relógio (6)

No álbum de Eduardo Burnay/ / Ebúrneo é o mostrador: as horas são de prata/ Lê-se a firma Bruguet por baixo do gracioso/ Rendilhado ponteiro; a tampa é enorme e chata:/ Nela o esmalte pro...


Facebook

A Curiosidade

A curiosidade, instinto de complexidade infinita, leva por um lado a escutar às portas e por outro a descobrir a América: — mas estes dois impulsos, tão diferentes em dignidade e resultados, brotam a...

O Desespero de Ser Português

Deus, dá-me força para delinear, para perceber a síntese total da psicologia e da história psicológica da nação portuguesa! Todos os dias os jornais me trazem notícias de factos que são humilhantes, ...
Inspirações

Amar Produndamente

© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE