40 Poemas

>>

Menino (1)

No colo da mãe/ a criança vai e vem/ vem e vai/ balança./ Nos olhos do pai/ nos olhos da mãe/ vem e vai/ vai e vem/ a esperança./ / Ao sonhado/ futuro/ sorri a mãe/ sorri o pai./ Maravilhado/ o rosto...

Vi Jesus Cristo Descer à Terra (2)

Num meio-dia de fim de primavera/ Tive um sonho como uma fotografia./ Vi Jesus Cristo descer à terra./ Veio pela encosta de um monte/ Tornado outra vez menino,/ A correr e a rolar-se pela erva/ E a a...

Criança (3)

Cabecinha boa de menino triste,/ de menino triste que sofre sozinho,/ que sozinho sofre, — e resiste,/ / Cabecinha boa de menino ausente,/ que de sofrer tanto se fez pensativo,/ e não sabe mais o que...

Depus a Máscara (4)

Depus a máscara e vi-me ao espelho. — / Era a criança de há quantos anos. / Não tinha mudado nada... / É essa a vantagem de saber tirar a máscara. / É-se sempre a criança, / O passado que foi / A cri...

Pequenina (5)

És pequenina e ris ... A boca breve/ É um pequeno idílio cor-de-rosa .../ Haste de lírio frágil e mimosa!/ Cofre de beijos feito sonho e neve!/ / Doce quimera que a nossa alma deve/ Ao Céu que assim ...
Livro de Mágoas

Algumas Proposições com Crianças (6)

A criança está completamente imersa na infância/ a criança não sabe que há-de fazer da infância/ a criança coincide com a infância/ a criança deixa-se invadir pela infância como pelo sono/ deixa cair...

A Criança que Pensa em Fadas (7)

A CRIANÇA que pensa em fadas e acredita nas fadas/ Age como um deus doente, mas como um deus./ Porque embora afirme que existe o que não existe/ Sabe como é que as cousas existem, que é existindo,/ S...

as meninas (8)

as minhas filhas nadam. a mais nova/ leva nos braços bóias pequeninas,/ a outra dá um salto e põe à prova/ o corpo esguio, as longas pernas finas:/ / entre risadas como serpentinas,/ vai como a formo...

Como uma Criança (9)

Como uma criança antes de a ensinarem a ser grande,/ Fui verdadeiro e leal ao que vi e ouvi./ / Alberto Caeiro, in Fragmentos / Heterónimo de Fernando Pessoa...

Encantamento (10)

Quantas vezes, ficava a olhar, a olhar/ A tua dôce e angelica Figura,/ Esquecido, embebido num luar,/ Num enlêvo perfeito e graça pura!/ / E á força de sorrir, de me encantar,/ Deante de ti, mimosa C...
>>

Facebook

Inspirações

Amor Bobo

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE