62 Poemas

>>

Há Metafísica Bastante em não Pensar em Nada (1)

Há metafísica bastante em não pensar em nada./ / O que penso eu do mundo?/ Sei lá o que penso do mundo!/ Se eu adoecesse pensaria nisso./ / Que idéia tenho eu das cousas?/ Que opinião tenho sobre as ...

Aos Olhos Dele (2)

Não acredito em nada. As minhas crenças/ Voaram como voa a pomba mansa,/ Pelo azul do ar. E assim fugiram o/ As minhas doces crenças de criança./ / Fiquei então sem fé; e a toda gente/ Eu digo sempre...
A Mensageira das Violetas

Na Mão de Deus (3)

Na mão de Deus, na sua mão direita,/ Descansou afinal meu coração./ Do palácio encantado da Ilusão/ Desci a passo e passo a escada estreita./ / Como as flores mortais, com que se enfeita/ A ignorânci...

Por que não Haverá de Mim um Deus? (4)

Se a cada coisa que há um deus compete,/ Por que não haverá de mim um deus?/ Por que o não serei eu?/ É em mim que o deus anima/ Porque eu sinto./ O mundo externo claramente vejo —/ Coisas, homens, s...

Não Creio nesse Deus (5)

I/ / Não sei se és parvo se és inteligente/ — Ao disfrutares vida de nababo/ Louvando um Deus, do qual te dizes crente,/ Que te livre das garras do diabo/ E te faça feliz eternamente./ / II/ / Não vê...

Os Vendilhões do Templo (6)

Deus disse: faz todo o bem/ Neste mundo, e, se puderes,/ Acode a toda a desgraça/ E não faças a ninguém/ Aquilo que tu não queres/ Que, por mal, alguém te faça./ / Fazer bem não é só dar/ Pão aos que...

Aceita o Universo (7)

Aceita o universo/ Como to deram os deuses./ Se os deuses te quisessem dar outro/ Ter-to-iam dado./ / Se há outras matérias e outros mundos/ Haja./ / Alberto Caeiro, in Poemas Inconjuntos / ...

Divina Comédia (8)

Erguendo os braços para o céu distante/ E apostrofando os deuses invisíveis,/ Os homens clamam: — «Deuses impassíveis,/ A quem serve o destino triunfante,/ / Porque é que nos criastes?! Incessante/ C...

Deus Triste (9)

Deus é triste./ / Domingo descobri que Deus é triste/ pela semana afora e além do tempo./ / A solidão de Deus é incomparável./ Deus não está diante de Deus./ Está sempre em si mesmo e cobre tudo/ tri...

Ecce Homo (10)

Desbaratamos deuses, procurando/ Um que nos satisfaça ou justifique./ Desbaratamos esperança, imaginando/ Uma causa maior que nos explique./ / Pensando nos secamos e perdemos/ Esta força selvagem e s...

Ignoto Deo (11)

Desisti de saber qual é o Teu nome,/ Se tens ou não tens nome que Te demos,/ Ou que rosto é que toma, se algum tome,/ Teu sopro tão além de quanto vemos./ / Desisti de Te amar, por mais que a fome/ D...

Da Verdade não Quero Mais que a Vida (12)

Sob a leve tutela/ De deuses descuidosos,/ Quero gastar as concedidas horas/ Desta fadada vida./ Nada podendo contra/ O ser que me fizeram,/ Desejo ao menos que me haja o Fado/ Dado a paz por destino...

Pensar em Deus é Desobedecer a Deus (13)

Pensar em Deus é desobedecer a Deus,/ Porque Deus quis que o não conhecêssemos,/ Por isso se nos não mostrou.../ Sejamos simples e calmos,/ Como os regatos e as árvores,/ E Deus amar-nos-á fazendo de...

Quero dos Deuses só que me não Lembrem (14)

Quero dos deuses só que me não lembrem./ Serei livre — sem dita nem desdita,/ Como o vento que é a vida/ Do ar que não é nada./ O ódio e o amor iguais nos buscam; ambos,/ Cada um com seu modo, nos op...

A Imagem Divina (15)

Compaixão, Pena, Paz & Amor,/ Todos lhes rezam no seu sofrimento;/ E a estas virtudes de tanto fulgor/ Entregam o seu agradecimento./ / Compaixão, Pena, Paz & Amor/ É Deus, nosso pai adorado,/ Compai...

Deus é a Nossa Mulher-a-Dias (16)

Deus é a nossa/ mulher-a-dias/ que nos dá prendas/ que deitamos fora/ como a vida/ porque achamos/ que não presta/ / Deus é a nossa/ mulher-a-dias/ que nos dá prendas/ que deitamos fora/ como a fé/ p...

A Minha Religião é o Novo (17)

A minha Religião é o Novo./ Este dia, por exemplo; o pôr do Sol,/ estas invenções habituais: o Mar./ Ainda:/ os cisnes a Ralhar com a água. A Rapariga mais bonita que/ ontem./ Deus como habitante úni...

Teoria da Presença de Deus (18)

Somos seres olhados/ Quando os nossos braços ensaiarem um gesto/ fora do dia-a-dia ou não seguirem/ a marca deixada pelas rodas dos carros/ ao longo da vereda marginada de choupos/ na manhã inocente ...

A Graça (19)

Que harmonia suave/ É esta, que na mente/ Eu sinto murmurar,/ Ora profunda e grave,/ Ora meiga e cadente,/ Ora que faz chorar?/ Porque da morte a sombra,/ Que para mim em tudo/ Negra se reproduz,/ Se...

Princípio (20)

Não tenho deuses. Vivo/ Desamparado./ Sonhei deuses outrora,/ Mas acordei./ Agora/ Os acúleos são versos,/ E tacteiam apenas/ A ilusão de um suporte./ Mas a inércia da morte,/ O descanso da vide na r...
>>

Facebook

O Abraço

O abraço. O abraço que parece estar a acabar. O abraço raro, o abraço verdadeiro. Da mãe que recebe o filho, da mulher que recebe o marido, do amigo que recebe o amigo. O abraço que não se pensa, que...

Regressar à Inocência

Seja como as crianças, mantenha os olhos abertos, sem preconceitos escondidos atrás da vista. Se olhar com clareza, pequenas flores, ou pedaços de relva, ou borboletas, ou um pôr do Sol proporcionar-...
Inspirações

Ser Melhor

© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE