62 Poemas

<< >>

A Invisibilidade de Deus (21)

dizem que em sua boca se realiza a flor/ outros afirmam:/ a sua invisibilidade é aparente/ mas nunca toquei deus nesta escama de peixe/ onde podemos compreender todos os oc...

Aos Deuses Peço só que me Concedam o Nada lhes Pedir (22)

Aos deuses peço só que me concedam/ O nada lhes pedir./ A dita é um jugo/ E o ser feliz oprime/ Porque é um certo estado./ Não quieto nem inquieto meu ser calmo/ Quero erguer alto acima de onde os ho...

Deus (23)

À noite, há um ponto do corredor/ em que um brilho ocasional faz lembrar/ um pirilampo. Inclino-me para o apanhar/ - e a sombra apaga-o. Então,/ levanto-me: já sem a preocupação/ de saber o que é ess...

Abismo (24)

Olho o Tejo, e de tal arte/ Que me esquece olhar olhando,/ E súbito isto me bate/ De encontro ao devaneando —/ O que é sério, e correr?/ O que é está-lo eu a ver?/ / Sinto de repente pouco,/ Vácuo, o...

Além-Deus (25)

I / ABISMO/ / OLHO O TEJO, e de tal arte/ Que me esquece olhar olhando,/ E súbito isto me bate/ De encontro ao devaneando —/ O que é ser-rio, e correr?/ O que é está-lo eu a ver?/ / Sinto de repente ...

Se me Aparto de ti, Deus da Bondade (26)

Se me aparto de ti, Deus da bondade,/ Que ausência tão cruel! Como é possível/ Que me leve a um abismo tão terrível/ O pendor infeliz da humanidade!/ / Conforta-me, Senhor, que esta saudade/ Me despe...

Ignoto Deo (27)

D. D. D./ / Creio em Ti, Deus; a fé viva/ De minha alma a Ti se eleva./ És: - o que és não sei. Deriva/ Meu ser do Teu: luz... e treva,/ Em que - indistintas! - se envolve/ Este espírito agitado,/ De...

Não Sejamos Inteiros numa Fé talvez sem Causa (28)

Meu gesto que destrói/ A mole das formigas,/ Tomá-lo-ão elas por de um ser divino;/ Mas eu não sou divino para mim./ / Assim talvez os deuses/ Para si o não sejam,/ E só de serem do que nós maiores/ ...

A Visita (29)

Hontem dormia à noute - e, eis que desperto/ Sacudido d'um vento agudo e forte,/ Como um homem tocado pela Morte,/ Ou varrido d'um vento do deserto./ / Accordei - era Deus, que de mim perto,/ Me dizi...

Só Esta Liberdade nos Concedem os Deuses (30)

Só esta liberdade nos concedem/ Os deuses: submetermo-nos/ Ao seu domínio por vontade nossa./ Mais vale assim fazermos/ Porque só na ilusão da liberdade/ A liberdade existe./ / Nem outro jeito os deu...

Para os Deuses as Coisas São Mais Coisas (31)

Para os deuses as coisas são mais coisas./ Não mais longe eles vêem, mas mais claro/ Na certa Natureza/ E a contornada vida.../ Não no vago que mal vêem/ Orla misteriosamente os seres,/ Mas nos detal...

Acima da Verdade Estão os Deuses (32)

Acima da verdade estão os deuses./ A nossa ciência é uma falhada cópia/ Da certeza com que eles/ Sabem que há o Universo./ / Tudo é tudo, e mais alto estão os deuses,/ Não pertence à ciência conhecê-...

Homem para Deus (33)

Ele vai só ele não tem ninguém/ onde morrer um pouco toda a morte que o espera/ Se é ele o portador do grande coração/ e sabe abrir o seio como a terra/ temei não partam dele as grandes negações/ Que...

O Convertido (34)

Entre os filhos dum século maldito/ Tomei também lugar na ímpia mesa,/ Onde, sob o folgar, geme a tristeza/ Duma ânsia impotente de infinito./ / Como os outros, cuspi no altar avito/ Um rir feito de ...

Deus, Infinito Ser (35)

Deus, Infinito ser, nunca criado,/ Sem princípio, nem fim, na Majestade/ Que no trono da Eterna Divindade/ Tens o Mundo num dedo dependurado:/ / Tu estavas em Ti, não foste nado,/ O teu Ser era a tua...

Psalmo (36)

Esperemos em Deus! Ele ha tomado/ Em suas mãos a massa inerte e fria/ Da materia impotente e, n'um só dia,/ Luz, movimento, acção, tudo lhe ha dado./ / Ele, ao mais pobre de alma, ha tributado/ Desve...

O Deus Mal Informado (37)

No caminho onde pisou um deus/ há tanto tenpo que o tempo não lembra/ resta o sonho dos pés/ sem peso/ sem desenho./ / Quem passe ali, na fracção de segundo,/ ...

O Deus Pã não Morreu (38)

O Deus Pã não morreu,/ Cada campo que mostra/ Aos sorrisos de Apolo/ Os peitos nus de Ceres —/ Cedo ou tarde vereis/ Por lá aparecer/ O deus Pã, o imortal./ / Não matou outros deuses/ O triste deus c...

A Voz (39)

É tão suave ess'hora,/ Em que nos foge o dia,/ E em que suscita a Lua/ Das ondas a ardentia,/ / Se em alcantis marinhos,/ Nas rochas assentado,/ O trovador medita/ Em sonhos enleado!/ / O mar azul se...

Poz-te Deus Sobre a Fronte a Mão Piedosa (40)

Poz-te Deus sobre a fronte a mão piedosa:/ O que fada o poeta e o soldado/ Volveu a ti o olhar, de amor velado,/ E disse-te: «vae, filha, sê formosa!»/ / E tu, descendo na onda harmoniosa,/ Pousaste ...
<< >>

Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE