10 Poemas



Dorme, que a Vida é Nada! (1)

Dorme, que a vida é nada!/ Dorme, que tudo é vão!/ Se alguém achou a estrada,/ Achou-a em confusão,/ Com a alma enganada./ / Não há lugar nem dia/ Para quem quer achar,/ Nem paz nem alegria/ Para que...

Estou Tonto (2)

Estou tonto, / Tonto de tanto dormir ou de tanto pensar, / Ou de ambas as coisas. / O que sei é que estou tonto / E não sei bem se me devo levantar da cadeira / Ou como me levantar dela. / Fiquemos n...

Durmo. Se Sonho, ao Despertar não Sei (3)

Durmo. Se sonho, ao despertar não sei/ Que coisas eu sonhei./ Durmo. Se durmo sem sonhar, desperto/ Para um espaço aberto/ Que não conheço, pois que despertei/ Para o que inda não sei./ Melhor é nem ...

Dorme Sobre o Meu Seio (4)

Dorme sobre o meu seio,/ Sonhando de sonhar.../ No teu olhar eu leio/ Um lúbrico vagar./ Dorme no sonho de existir/ E na ilusão de amar./ / Tudo é nada, e tudo/ Um sonho finge ser./ O ‘spaço negro é ...

Vontade de Dormir (5)

Fios d'ouro puxam por mim/ A soerguer-me na poeira -/ Cada um para o seu fim,/ Cada um para o seu norte.../ / . . . . . . . . . . . . . . ./ / - Ai que saudade da morte.../ / . . . . . . . . . . . . ...

Dorme Enquanto Eu Velo... (6)

Dorme enquanto eu velo.../ Deixa-me sonhar.../ Nada em mim é risonho./ Quero-te para sonho,/ Não para te amar./ / A tua carne calma/ É fria em meu querer./ Os meus desejos são cansaços./ Nem quero te...

Dormir um Pouco... (7)

Homenagem a Federico García Lorca/ / Dormir um pouco — um minuto,/ um século. Acordar/ na crista/ duma onda, ser/ o lastro de espuma/ que há no sono/ das algas. Ou/ ser apenas/ a maré, que sem...

No Fim (8)

No fim de tudo dormir. / No fim de quê? / No fim do que tudo parece ser..., / Este pequeno universo provinciano entre os astros, / Esta aldeola do espaço, / E não só do espaço visível, mas até do esp...

Dormindo (9)

De qual de vós desceu para o exílio do mundo/ A alma desta mulher, astros do céu profundo?/ Dorme talvez agora... Alvíssimas, serenas,/ Cruzam-se numa prece as suas mãos pequenas./ Para a respiração ...

Adormecer (10)

O barco parte em silêncio/ a alma é aventura/ navegar/ sem cartas sem rumo/ e desta viagem nocturna/ que...


Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE