1 Poema



A Escola Portuguesa (1)

Eis as crianças vermelhas/ Na sua hedionda prisão:/ Doirado enxame de abelhas!/ O mestre-escola é o zangão./ / Em duros bancos de pinho/ Senta-se a turba sonora/ Dos corpos feitos de arminho,/ Das al...


Facebook

Quando És Atencioso e Comovente, Perco a Cabeça

Henry, Acabaste de sair. Disse ao Hugh que tinha de acrescentar algo ao meu trabalho. Tive de voltar para cima, para o meu quarto, outra vez, e ficar só. Estava tão cheia de ti que tinha medo de m...

O Espírito em Transe

O prazer profundo, inefável, que é andar por estes campos desertos e varridos pela ventania, subir uma encosta difícil e olhar lá de cima a paisagem negra, escalvada, despir a camisa para sentir dire...
© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE