8 Poemas



Cá nesta Babilónia (1)

Cá nesta Babilónia, donde mana/ Matéria a quanto mal o mundo cria;/ Cá, onde o puro Amor não tem valia,/ Que a Mãe, que manda mais, tudo profana;/ / Cá, onde o mal se afina, o bem se dana,/ E pode ma...

Algumas Coisas (2)

A morte e a vida morrem/ e sob a sua eternidade fica/ só a memória do esquecimento de tudo;/ também o silêncio de aquele que fala se calará./ / Quem fala de estas/ coisas e de falar de elas/ foge par...

Louvor do Esquecimento (3)

Bom é o esquecimento./ Senão como é que/ O filho deixaria a mãe que o amamentou?/ Que lhe deu a força dos membros e/ O retém para os experimentar./ / Ou como havia o discípulo de abandonar o mestre/ ...

Praia do Esquecimento (4)

Fujo da sombra; cerro os olhos: não há nada./ A minha vida nem consente/ rumor de gente/ na praia desolada./ / Apenas decisão de esquecimento:/ mas só neste momento eu a descubro/ como a um fruto rub...

De Esquecer (5)

Demorei-me muito tempo ao pé de ti./ As portas fechadas por dentro, como se encerrasses/ o amor e a lei. Demorei-me demais. Ao fim da tarde,/ nesse mesmo dia que já morreu,/ olhámo-nos devagar, mas d...

Esqueço-me das Horas Transviadas (6)

PASSOS DA CRUZ/ / Esqueço-me das horas transviadas/ o Outono mora mágoas nos outeiros/ E põe um roxo vago nos ribeiros.../ Hóstia de assombro a alma, e toda estradas.../ / Aconteceu-me esta paisagem,...

Lentos nos Fomos Esquecendo (7)

Lentos nos fomos esquecendo. Quando/ o tempo da velhice nos foi vindo/ a tez apareceu amorenada de anos/ e afeita ao espírito./ A lavoura sabia aos nossos passos./ Até os desperdícios/ iluminavam deb...

Nem Hóspede Será do que Conheço (8)

Rasteja mole pelos campos ermos/ O vento sossegado./ Mais parece tremer de um tremor próprio,/ Que do vento, o que é erva./ E se as nuvens no céu, brancas e altas,/ Se movem, mais parecem/ Que gira a...


Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE