3 Poemas



Pecado Original (1)

Ah, quem escreverá a história do que poderia ter sido? / Será essa, se alguém a escrever, / A verdadeira história da humanidade. / / O que há é só o mundo verdadeiro, não é nós, só o mundo; / O que n...

Em Memória de Angélica (2)

Quantas vidas possíveis já descansam/ Nesta bem pobre e diminuta morte,/ Quantas vidas possíveis que outra sorte/ Daria ao esquecimento ou à lembrança!/ Quando eu morrer, morrerá um passado;/ Com est...

Gazetilha (3)

Dos LLOYD GEORGES da Babilônia / Não reza a história nada. / Dos Briands da Assíria ou do Egito, / Dos Trotskys de qualquer colônia / Grega ou romana já passada, / O nome é morto, inda que escrito. /...


Facebook

Fartamo-nos Sempre dos Pesadelos dos Outros

Fartamo-nos sempre dos pesadelos dos outros e dos gritos no quarto ao lado pela madrugada, sejam de quem forem. Conseguimos ouvir durante um tempo, segurar na mão, esquecer as horas, oferecer um calm...

Carta

(digo dos que se ditam: a minha defesa são os vossos punhais) Quando me disseram «não se vem à vida para sonhar» passei a odiar-vos. Para vos matar escolhi materiais inacessíveis ao meu ódio. ...
Inspirações

As Mentes Decididas

© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE