34 Poemas

>>

O Novo Homem (1)

O homem será feito/ em laboratório./ Será tão perfeito como no antigório./ Rirá como gente,/ beberá cerveja/ deliciadamente./ Caçará narceja/ e bicho do mato./ Jogará no bicho,/ tirará retrato/ com o...

Nona Sinfonia (2)

É por dentro de um homem que se ouve/ o tom mais alto que tiver a vida/ a glória de cantar que tudo move/ a força de viver enraivecida./ / Num palácio de sons erguem-se as traves/ que seguram o tecto...

Fala do Homem Nascido (3)

(Chega à boca da cena, e diz:)/ / Venho da terra assombrada,/ do ventre de minha mãe;/ não pretendo roubar nada/ nem fazer mal a ninguém./ / Só quero o que me é devido/ por me trazerem aqui,/ que eu ...

Sugestão (4)

Sede assim — qualquer coisa/ serena, isenta, fiel./ / Flor que se cumpre,/ sem pergunta./ / Onda que se esforça,/ por exercício desinteressado./ / Lua que envolve igualmente/ os noivos abraçados/ e o...

Não és Bom, nem és Mau (5)

Não és bom, nem és mau: és triste e humano.../ Vives ansiando, em maldições e preces,/ Como se a arder no coração tivesses/ O tumulto e o clamor de um largo oceano./ Pobre, no bem como no mal padeces...

Balada para um Homem na Multidão (6)

Este homem que entre a multidão/ enternece por vezes destacar/ é sempre o mesmo aqui ou no japão/ a diferença é ele ignorar./ / Muitos mortos foram necessários/ para formar seus dentes um cabelo/ vai...

Grandeza do Homem (7)

Somos a grande ilha do silêncio de deus/ Chovam as estações soprem os ventos/ jamais hão-de passar das margens/ Caia mesmo uma bota cardada/ no grande reduto de deus e não conseguirá/ desvanecer a pr...

A Grande Inteligência é Sobreviver (8)

A grande Inteligência é sobreviver./ As tartarugas portanto não são teimosas nem lentas, dominam;/ SIM, a ciência. / Toda a tecnologia é quase inútil e estúpida,/ porque a artesanal tartaruga,/ a esp...

O Macho (9)

O macho não é menos a alma,/ nem é mais:/ ele também está no seu lugar,/ ele também é todo qualidades,/ é acção e força,/ nele se encontra/ o fluxo do universo conhecido,/ fica-lhe bem o desdé...

Homem (10)

Inútil definir este animal aflito./ Nem palavras,/ nem cinzéis,/ nem acordes,/ nem pincéis/ são gargantas deste grito./ Universo em expansão./ Pincelada de zarcão/ desde mais infinito a menos infinit...

Ecce Homo (11)

Sim, sei de onde venho!/ Insatisfeito com a labareda/ Ardo para me consumir./ Aquilo em que toco torna-se luz,/ Carvão aquilo que abandono:/ Sou certamente labareda./ / Friedrich Nietzsche, in A ...
A Gaia Ciência

O Divino (12)

Nobre seja o homem,/ Caridoso e bom!/ Pois isso apenas/ É que o distingue/ De todos os seres/ Que conhecemos./ / Glória aos incógnitos/ Mais altos seres/ Que pressentimos!/ Que o homem se lhes iguale...

Poema do Homem Novo (13)

Niels Armstrong pôs os pés na Lua/ e a Humanidade saudou nele/ o Homem Novo./ No calendário da História sublinhou-se/ com espesso traço o memorável feito./ / Tudo nele era novo./ Vestia quinze fatos ...

Poeminha da Negação da Afirmação (14)

Sou um homem bem comum/ sem nenhuma aspiração./ Não quero ser general/ e muito menos sultão./ Sou moderado de gastos,/ de ambição reduzida,/ não sonho ser big-shot/ estou contente da vida./ Nunca inv...

Confissão (15)

É certo que me repito,/ é certo que me refuto/ e que, decidido, hesito/ no entra-e-sai de um minuto./ / É certo que irresoluto/ entre o velho e o novo rito/ atiro à cesta o absoluto/ como inútil pape...

A Sua Verdadeira Realidade (16)

Entre o que vejo de um campo e o que vejo de outro campo/ Passa um momento uma figura de homem./ Os seus passos vão com ele na mesma realidade,/ Mas eu reparo para ele e para eles, e são duas cousa...

Ó Meus Irmãos Contrários (17)

Ó meus irmãos contrários que guardais nas vossas/ [pupilas/ A noite infusa e o seu horror/ Onde vos deixei eu/ Com vossas pesadas mãos...

Joga Todo o Teu Ser na Breve Ideia (18)

Joga todo o teu ser na breve ideia/ que incerta entre o corrente te procura/ pra lá do que banal te prende e enleia/ e pelo destacá-la emerge pura./ / Fazê-lo é dar-lhe já o que perdura./ Porque a ba...

Onde o Homem não Chega (19)

Onde o Homem não chega tudo é puro,/ dessa pureza da primeira infância./ Tudo é medida, ritmo, concordância,/ tudo é claro e auroral: a noite, o escuro./ / E nem o vendaval é dissonância/ mas promess...

Homem para Deus (20)

Ele vai só ele não tem ninguém/ onde morrer um pouco toda a morte que o espera/ Se é ele o portador do grande coração/ e sabe abrir o seio como a terra/ temei não partam dele as grandes negações/ Que...
>>

Facebook

Regressar à Inocência

Seja como as crianças, mantenha os olhos abertos, sem preconceitos escondidos atrás da vista. Se olhar com clareza, pequenas flores, ou pedaços de relva, ou borboletas, ou um pôr do Sol proporcionar-...

A Lamechalândia

Acabo de perceber que estou a escrever mais uma obra lamechas, vivo na Lamechalândia desde que te conheço, e é bom que dói, tão bom que só escrevo só ela, a lamechice é boa mas nunca sozinha, exige q...
Inspirações

Amor Sem Palavras

© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE