6 Poemas



O Homem que Lê (1)

Eu lia há muito. Desde que esta tarde/ com o seu ruído de chuva chegou às janelas./ Abstraí-me do vento lá fora:/ o meu livro era difícil./ Olhei as suas páginas como rostos/ que se ensombram pela pr...

A Leitora (2)

A leitora abre o espaço num sopro subtil./ Lê na violência e no espanto da brancura./ Principia apaixonada, de surpresa em surpresa./ Ilumina e inunda e dissemina de arco em arco./ Ela fala com as pe...

A Leitora (3)

A leitora abre o espaço num sopro subtil./ Lê na violência e no espanto da brancura./ Principia apaixonada, de surpresa em surpresa./ Ilumina e inunda e dissemina de arco em arco./ Ela fala com as pe...

Poeminha Tentando Justificar Minha Incultura (4)

Ler na cama/ É uma difícil operação/ Me viro e reviro/ E não encontro posição/ Mas se, afinal,/ Consigo um cómodo abandono,/ Pego no sono./ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...

Leitura (5)

Quando por fim as árvores/ se tornam luminosas; e ardem/ por dentro pressentindo;/ folha a folha; as chamas/ ávidas de frio:/ nimbos e cúmulos coroam/ a tarde, o horizonte,/ com a sua auréola incande...

Tecido (6)

O texto tem sua face/ de avesso na superfície:/ é dia e noite, sintaxe/ do que se pensa, ou se disse./ / Tudo no texto é disfarce,/ ritual de voz e artifício,/ como se tudo falasse/ por si mesmo, na ...


Pesquisa

Temos de Ser Mais Humanos

Abram os olhos. Somos umas bestas. No mau sentido. Somos primitivos. Somos primários. Por nossa causa corre um oceano de sangue todos os dias. Não é auscultando todos os nossos instintos ou encorajan...

Estamos a Construir uma Sociedade de Egoístas

Estamos a construir uma sociedade de egoístas. Se a ti te dizem que o que importa é o que compras, e segundo o que compras têm mais ou menos consideração por ti, então convertes-te num ser que não pe...
Facebook