4 Poemas



lamento para a língua portuguesa (1)

não és mais do que as outras, mas és nossa,/ e crescemos em ti. nem se imagina/ que alguma vez uma outra língua possa/ pôr-te incolor, ou inodora, insossa,/ ser remédio brutal, mera aspirina,/ ou tir...

Língua Portuguesa (2)

Última flor do Lácio, inculta e bela,/ És, a um tempo, esplendor e sepultura:/ Ouro nativo, que na ganga impura/ A bruta mina entre os cascalhos vela/ Amo-se assim, desconhecida e obscura/ Tuba de al...

Linguagem Violenta: a Única (3)

Linguagem violenta: a única./ A outra é: Sedução ou Submissão./ Ou seja, o mesmo medo: recear estar só./ Quando se fala, fala-se. No alto da matéria e do espirito./ / Gonçalo M. Tavares, in Inves...

Vida Toda Linguagem (4)

Vida toda linguagem,/ frase perfeita sempre, talvez verso,/ geralmente sem qualquer adjectivo,/ coluna sem ornamento, geralmente partida./ / Vida toda linguagem,/ há entretanto um verbo, um verbo sem...


Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE