Poemas - Tema: Mar

28 Poemas

>>

Passei o Dia Ouvindo o que o Mar Dizia (1)

Eu hontem passei o dia/ Ouvindo o que o mar dizia./ / Chorámos, rimos, cantámos./ / Fallou-me do seu destino,/ Do seu fado.../ / Depois, para se alegrar,/ Ergueu-se, e bailando, e rindo,/ Poz-se a ca...

Ode Marítima (2)

Sozinho, no cais deserto, a esta manhã de Verão, / Olho pro lado da barra, olho pro Indefinido, / Olho e contenta-me ver, / Pequeno, negro e claro, um paquete entrando. / Vem muito longe, nítido, clá...

O Homem e o Mar (3)

Homem livre, o oceano é um espelho fulgente/ Que tu sempre hás-de amar. No seu dorso agitado,/ Como em puro cristal, contemplas, retratado,/ Teu íntimo sentir, teu coração ardente./ / Gostas de te ba...

Em uma Tarde de Outono (4)

Outono. Em frente ao mar. Escancaro as janelas/ Sobre o jardim calado, e as águas miro, absorto./ Outono... Rodopiando, as folhas amarelas/ Rolam, caem. Viuvez, velhice, desconforto.../ / Por que, be...

Oceano Nox (5)

Junto do mar, que erguia gravemente/ A trágica voz rouca, enquanto o vento/ Passava como o vôo do pensamento/ Que busca e hesita, inquieto e intermitente,/ / Junto do mar sentei-me tristemente,/ Olha...

Uma Após Uma as Ondas Apressadas (6)

Uma Após Uma/ Uma após uma as ondas apressadas/ Enrolam o seu verde movimento/ E chiam a alva 'spuma/ No moreno das praias./ / Uma após uma as nuvens vagarosas/ Rasgam o seu redondo movimento/ E o so...

Luta (7)

Fluxo e refluxo eterno.../ João de Deus./ / Dorme a noite encostada nas colinas./ Como um sonho de paz e esquecimento/ Desponta a lua. Adormeceu o vento,/ Adormeceram vales e campinas.../ / Mas a mim...

Solidão (8)

Estás todo em ti, mar, e, todavia,/ como sem ti estás, que solitário,/ que distante, sempre, de ti mesmo!/ / Aberto em mil feridas, cada instante,/ qual minha fronte,/ tuas ondas, como os meus pensam...

Redenção (9)

I/ / Vozes do mar, das árvores, do vento!/ Quando às vezes, n'um sonho doloroso,/ Me embala o vosso canto poderoso,/ Eu julgo igual ao meu vosso tormento.../ / Verbo crepuscular e íntimo alento/ Das ...

Não Fora o Mar! (10)

Não fora o mar,/ e eu seria feliz na minha rua,/ neste primeiro andar da minha casa/ a ver, de dia, o sol, de noite a lua,/ calada, quieta, sem um golpe de asa./ / Não fora o mar,/ e seriam contados ...

Carta ao Mar (11)

Deixa escrever-te, verde mar antigo,/ Largo Oceano, velho deus limoso,/ Coração sempre lyrico, choroso,/ E terno visionario, meu amigo!/ / Das bandas do poente lamentoso/ Quando o vermelho sol vae te...

Inutilmente Parecemos Grandes (12)

O mar jaz; gemem em segredo os ventos/ Em Eolo cativos;/ Só com as pontas do tridente as vastas/ Águas franze Netuno;/ E a praia é alva e cheia de pequenos/ Brilhos sob ...

O Mar Agita-se, como um Alucinado (13)

O Mar agita-se, como um alucinado:/ A sua espuma aflui, baba da sua Dor.../ Posto o escafandro, com um passo cadenciado,/ Desce ao fundo do Oceano algum mergulhador./ / Dá-lhe um aspecto estranho a c...

O Ritmo Antigo que Há em Pés Descalços (14)

O ritmo antigo que há em pés descalços,/ Esse ritmo das ninfas repetido,/ Quando sob o arvoredo/ Batem o som da dança,/ Vós na alva praia relembrai, fazendo,/ Que 'scura a 'spuma deixa; vós, infantes...

Canção do Mar Aberto (15)

Onde puseram teus olhos/ A mágoa do teu olhar?/ Na curva larga dos montes/ Ou na planura do mar?/ / De dia vivi este anseio;/ De noite vem o luar,/ Deixa uma estrada de prata/ Aberta para eu passar./...

Se Perguntas Onde Fui (16)

Se perguntas onde fui,/ devo dizer: o mar./ Estive sempre ali,/ mesmo estando a mudar./ / Foi ali que escrevi/ tua pele, teu suor./ Ao tempo, seus faróis./ Não mudei de mudar./ / 2/ / O que mu...

O Segredo do Mar (17)

A “Flor do Mar” avançando/ Navegava, navegava,/ Lá para onde se via/ O vulto que ela buscava./ / Era tão grande, tão grande/ Que a vista toda tapava./ / E Bartolomeu erguido/ Aos marinheiros bradava/...

A Tempestade (18)

Cobre-se ó céu de grossas negras nuvens,/ Os ventos mais e mais cada hora crescem,/ Já se escurece o céu, já. com soberba/ Inchadas grossas ondas se levantam./ A nau começa já passar trabalho,/ Já co...

Sinfonia de Cor (19)

Sempre defronte/ de mim/ o mar azul, o mar imenso, o mar sem fim,/ todo igual e azul até ao horizonte./ / Neste dia delirante/ de luz crua a jorrar, intensa, lá do alto,/ uma vela distante/ mancha de...

Saudades Trágico-Marítimas (20)

Chora no ritmo do meu sangue, o Mar./ Na praia, de bruços,/ fico sonhando, fico-me escutando/ o que em mim sonha e lembra e chora alguém;/ e oiço nesta alma minha/ um longínquo rumor de ladainha,/ e ...
>>

Garantia de Qualidade
O Citador é o maior site de citações, frases, textos e poemas genuínos e devidamente recenseados em língua portuguesa. Desde o ano 2000 que o Citador recolhe counteúdos directamente das fontes bibliográficas, sem recorrer a cópias de outros sites ou contributos duvidosos a partir de terceiros. Tem atenção aos Direitos de Autor.
Pesquisa

Citador em Inglês