2 Poemas



Quanto Ódio (1)

quanto ódio/ diz/ quanto ódio/ não sabes/ tens/ dentro de ti/ / o deferente tapete da palavra/ a rede b...

Cantiga do Ódio (2)

O amor de guardar ódios/ agrada ao meu coração,/ se o ódio guardar o amor/ de servir a servidão./ Há-de sentir o meu ódio/ quem o meu ódio mereça:/ ó vida, cega-me os olhos/ se não cumprir a promessa...


Facebook

Aborrecido de Estudar

Enfastiavam-me as aulas, salvo as de literatura — que aprendia de cor — e tinha nelas um protagonismo único. Aborrecido de estudar, deixava tudo à mercê da boa sorte. Tinha um instinto próprio para p...

Fábula

Estavam ali diante dos meus olhos: era terrível e ao mesmo tempo fascinante. Ao princípio pensei que ele a estava a matar, logo a seguir percebi que não, que talvez ambos estivessem a morrer, só dep...
© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE
Loading...