Poemas - Tema: Recordação

18 Poemas



Um Amor (1)

Aproximei-me de ti; e tu, pegando-me na mão,/ puxaste-me para os teus olhos/ transparentes como o fundo do mar para os afogados. Depois, na rua,/ ainda apanhámos o crepúsculo./ As luzes acendiam-se n...

Pobre Velha Música! (2)

Pobre velha música!/ Não sei por que agrado,/ Enche-se de lágrimas/ Meu olhar parado./ / Recordo outro ouvir-te,/ Não sei se te ouvi/ Nessa minha infância/ Que me lembra em ti./ / Com que ânsia tão r...

Lembrança (3)

Fui Essa que nas ruas esmolou/ E fui a que habitou Paços Reais;/ No mármore de curvas ogivais/ Fui Essa que as mãos pálidas poisou.../ / Tanto poeta em versos me cantou!/ Fiei o linho à porta dos cas...

Recordação (4)

E tu esperas, aguardas a única coisa/ que aumentaria infinitamente a tua vida;/ o poderoso, o extraordinário,/ o despertar das pedras,/ os abismos com que te deparas./ / Nas estantes brilham/ os volu...

O Maestro Sacode a Batuta (5)

O maestro sacode a batuta,/ A lânguida e triste a música rompe .../ / Lembra-me a minha infância, aquele dia/ Em que eu brincava ao pé dum muro de quintal/ Atirando-lhe com, uma bola que tinha dum la...

Trágica Recordação (6)

Meu Deus! meu Deus! quando me lembro agora/ De o ver brincar, e avisto novamente/ Seu pequenino Vulto transcendente,/ Mas tão perfeito e vivo como outrora!/ / Julgo que ele ainda vive; e que, lá fóra...

Antes o Vôo da Ave (7)

Antes o vôo da ave, que passa e não deixa rasto,/ Que a passagem do animal, que fica lembrada no chão./ A ave passa e esquece, e assim deve ser./ O animal, onde já não está e por isso de nada serve,/...

Lembranças Saudosas (8)

Lembranças saudosas, se cuidais/ De me acabar a vida neste estado,/ Não vivo com meu mal tão enganado,/ Que não espere dele muito mais./ / De longo tempo já me costumais/ A viver de algum bem desespe...

Flores Velhas (9)

Fui ontem visitar o jardinzinho agreste,/ Aonde tanta vez a lua nos beijou,/ E em tudo vi sorrir o amor que tu me deste,/ Soberba como um sol, serena como um vôo./ / Em tudo cintilava o límpido poema...

Em um Retrato (10)

De sob o cômoro quadrangular/ Da terra fresca que me há de inumar,/ E depois de já muito ter chovido,/ Quando a erva alastrar com o olvido,/ Ainda, amigo, o mesmo meu olhar/ Há de ir humilde, atraves...

Distante Melodia (11)

Num sonho d'Iris, morto a ouro e brasa,/ Vem-me lembranças doutro Tempo azul/ Que me oscilava entre véus de tule -/ Um tempo esguio e leve, um tempo-Asa./ / Então os meus sentidos eram côres,/ Nascia...

Nevermore (12)

Ah, lembrança, lembrança, que me queres? O Outono/ Fazia voar os tordos plo ar desmaiado/ / E o sol dardejava um monótono raio/ No bosque amarelado onde a nortada ecoa./ / A sonhar caminhávamos os do...

Tarda o que Espera (13)

Não quero as oferendas/ Com que fingis, sinceros,/ Dar-me os dons que me dais./ Dais-me o que perderei,/ Chorando-o, duas vezes,/ Por vosso e meu, perdido./ / Antes mo prometais/ Sem mo dardes, que a...

Quando Voltei Encontrei os Meus Passos (14)

Quando voltei encontrei os meus passos/ Ainda frescos sobre a úmida areia./ A fugitiva hora, reevoquei-a,/ _ Tão rediviva! nos meus olhos baços.../ Olhos turvos de lágrimas contidas./ _ Mesquinhos pa...

A Lembrança (15)

1/ / Não te afastes, lembrança, não te afastes!/ Rosto, não te desfaças, assim,/ como na morte!/ Continuai a olhar-me, olhos enormes, fixos,/ como um instante me olhastes!/ Lábios, sorri-me,/ como me...

Aparição (16)

Um dia, meu amor (e talvez cedo,/ Que já sinto estalar-me o coração!)/ Recordarás com dor e compaixão/ As ternas juras que te fiz a medo.../ / Então, da casta alcova no segredo,/ Da lamparina ao trém...

Não Trago Recordações (17)

Não trago recordações./ Escolheria as que não interessam a ninguém./ Como se erguesse contra mim o tiro de uma arma/ ou acabasse de ler as disposições da comuna/ sobre as mulheres./ Precisamos um do ...

Mortos, Ainda Morremos (18)

O rastro breve que das ervas moles/ Ergue o pé findo, o eco que oco coa,/ A sombra que se adumbra,/ O branco que a nau larga —/ / Nem maior nem melhor deixa a alma às almas,/ O id...


Garantia de Qualidade
O Citador é o maior site de citações, frases, textos e poemas genuínos e devidamente recenseados em língua portuguesa. Desde o ano 2000 que o Citador recolhe counteúdos directamente das fontes bibliográficas, sem recorrer a cópias de outros sites ou contributos duvidosos a partir de terceiros. Tem atenção aos Direitos de Autor.
Pesquisa

Citador em Inglês