António Manuel Couto Viana

Portugal
24 Jan 1923 // 8 Jun 2010
Poeta/Ensaísta

Talvez Natal

Que a minha poesia
Jorre de novo em fonte.
Tu que fazes, Maria?
- Vou beijar-te na fronte.

Que a rosa da alegria
Volte a esfolhar-se em mim.
Tu que fazes, Maria?
- Colho-a no meu jardim.

Que eu tome cada dia
O alvor da comunhão.
Tu que fazes, Maria?
- O milagre do pão.

Que graça te alumia?
Quem te sublima em luz?
Tu que fazes, Maria?
- Trago ao colo Jesus.

António Manuel Couto Viana, in 'O Velho de Novo'




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE