Mais Populares
O barco parte em silêncio/ a alma é aventura/ navegar/ sem cartas sem rumo/ e desta viagem nocturna/ que...
O muito que me recusam,/ dá-me o poema/ em seu corpo de ar./ / A alma faz o que não existe/ e da sombra pousada sobre os olhos/ vai desenhando a figura além do alcance das mãos./ / É pouco, é bastant...
Quem nos contará/ o que o morto sabia/ mas não disse?/ Quem há-de escrever as cartas/ que o morto não escreveu?/ Qual de nós poderá lembrar-se/ de quem só o morto ainda tinha lembrança?/ Quem amará a...

Poema
José Paulo Moreira da Fonseca José Paulo Moreira da Fonseca Brasil
[Wikipedia]
13 Jun 1922 // 4 Dez 2004 Escritor/Poeta/Ensaísta/Pintor
  
  
Tiradentes Quando uma ideia é sangue
Somos um só. Nela eu vivo e ela em mim,
Jamais poderão separar-nos,
Mesmo abandonando à rosa dos ventos
Meu corpo dividido.

José Paulo Moreira da Fonseca, in 'Raízes'

Tema(s): Ideia  Ler outros poemas de José Paulo Moreira da Fonseca 
      Scoop.it

Garantia de Qualidade
O Citador é o maior site de citações, frases, textos e poemas genuínos e devidamente recenseados em língua portuguesa. Desde o ano 2000 que o Citador recolhe counteúdos directamente das fontes bibliográficas, sem recorrer a cópias de outros sites ou contributos duvidosos a partir de terceiros. Tem atenção aos Direitos de Autor.
Pesquisa
© Copyright 2003-2014 Citador - Todos os direitos reservados | webdesign - One Small Step SOBRE O SITE
//