Almeida Garrett

Portugal
4 Fev 1799 // 9 Dez 1854
Escritor/Dramaturgo/Orador

Víbora

Como a víbora gerado,
No coração se formou
Este amor amaldiçoado
Que à nascença o espedaçou.

Para ele nascer morri;
E em meu cadáver nutrido,
Foi a vida que eu perdi
A vida que tem vivido.

Almeida Garrett, in 'Folhas Caídas'
// Consultar versos e eventuais rimas




Facebook

Inspirações

Conhecermo-nos

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE