Versos: Sacrilégio

48 Versos

>>

"Como a alma pura, que teu corpo encerra"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"Podes, tão bela e sensual, conter"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"Pura demais para viver na terra"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"Bela demais para no céu viver"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"Amo-te assim! - exulta, meu desejo"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"É teu grande ideal que te aparece"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"Oferecendo loucamente o beijo"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"E castamente murmurando a prece"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"Amo-te assim, à fronte conservando"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
"A parra e o acanto, sob o alvor do véu"
Autor - Olavo Bilac
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE