Versos: Pelo Tejo Vai-se para o Mundo

22 Versos

>>

"O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"O Tejo tem grandes navios"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E navega nele ainda"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Para aqueles que vêem em tudo o que lá não está"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"A memória das naus"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"O Tejo desce de Espanha"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E o Tejo entra no mar em Portugal"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Toda a gente sabe isso"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

Inspirações

A Única Felicidade

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE