Versos: O Ter Deveres

13 Versos

>>

"O ter deveres, que prolixa coisa"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Agora tenho eu que estar à uma menos cinco"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Na Estação do Rossio, tabuleiro superior — despedida"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Do amigo que vai no Sud Express de toda a gente"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Para onde toda a gente vai, o Paris"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Tenho que lá estar"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E acreditem, o cansaço antecipado é tão grande"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Que, se o Sud Express soubesse, descarrilava"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Brincadeira de crianças"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Não, descarrilava a valer"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE