Versos: Encostei-me

22 Versos

>>

"Encostei-me para trás na cadeira de convés e fechei os olhos"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E o meu destino apareceu-me na alma como um precipício"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"A minha vida passada misturou-se com a futura"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E houve no meio um ruído do salão de fumo"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Onde, aos meus ouvidos, acabara a partida de xadrez"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Na sensação das ondas"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Na idéia tão confortável de hoje ainda não ser amanhã"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"De pelo menos neste momento não ter responsabilidades nenhumas"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"De não ter personalidade propriamente, mas sentir-me ali"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Em cima da cadeira como um livro que a sueca ali deixasse"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE