Versos: Acordar

83 Versos

>>

"Acordar da cidade de Lisboa, mais tarde do que as outras"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Acordar da Rua do Ouro"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Acordar do Rocio, às portas dos cafés"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E no meio de tudo a gare, que nunca dorme"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Como um coração que tem que pulsar através da vigília e do sono"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Toda a manhã que raia, raia sempre no mesmo lugar"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Não há manhãs sobre cidades, ou manhãs sobre o campo"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"À hora em que o dia raia, em que a luz estremece a erguer-se"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Todos os lugares são o mesmo lugar, todas as terras são a mesma"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"E é eterna e de todos os lugares a frescura que sobe por tudo"
Autor - Álvaro de Campos
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE