Versos: Vénus

28 Versos

>>

"À flor da vaga, o seu cabelo verde"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"Que o torvelinho enreda e desenreda"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"O cheiro a carne que nos embebeda"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"Em que desvios a razão se perde"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"Pútrido o ventre, azul e aglutinoso"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"Que a onda, crassa, num balanço alaga"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"E reflui (um olfato que se embriaga)"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"Como em um sorvo, murmura de gozo"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"O seu esboço, na marinha turva"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
"De pé flutua, levemente curva"
Autor - Camilo Pessanha
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE