Versos: Três Poemas da Solidão

38 Versos

>>

"Nem aqui nem ali: em parte alguma"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Não é este ou aquele o meu lugar"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Desço à praia, mergulho as mãos no mar"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"mas do mar, nos meus dedos, fica a espuma"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Meu jardim, minha cerca, meu pomar"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Perpassa a Ideia e mói, como verruma"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Falar mas para quê? Só por falar"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Já nada quer dizer coisa nenhuma"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"Os instintos à solta, como feras"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
"e eu a pensar em velhas primaveras"
Autor - Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE