Eça de Queirós

Portugal
25 Nov 1845 // 16 Ago 1900
Escritor

A Paz Causa as Impaciências do Desejo

Jantar alegremente numa horta, debaixo das parreiras, vendo correr a água das regas - chorar com os melodramas que rugiam entre os bastidores do Salitre, alumiados a cera, eram contentamentos que bastavam à burguesia cautelosa. Além disso, os tempos eram confusos e revolucionários: e nada torna o homem recolhido, aconchegado à lareira, simples e facilmente feliz - como a guerra. É a paz que, dando os vagares da imaginação - causa as impaciências do desejo.

Eça de Queirós, in 'Contos'




Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE