Natália Correia

Portugal
13 Set 1923 // 16 Mar 1993
Poeta

A Revitalização da Vida

O primeiro contacto com os mistérios da vida foi-me dado pela minha mãe, através das leituras diárias que ela me fazia da mitologia grega. Então eu habituei-me a venerar as forças naturais e devo dizer-lhe que isso é preocupação da minha poesia e não só, mas que se afirma particularmente no livro de poemas que publicarei no próximo ano. A minha orientação está muito ligada à repaganização da vida. Ou seja, a revitalização da vida. Veja que os antigos, os Gregos, por exemplo, personificavam as forças naturais em deuses e assim elas eram respeitadas e sagradas. O cristianismo veio imolar os cultos pagãos numa determinada fase da humanidade. Talvez fosse necessário nessa altura! Apenas hoje, com os prejuízos que a natureza está a sofrer, eu penso se não será necessário repaganizar outra vez o nosso sentir perante a natureza. Ressacralizar a natureza, reinvesti-la das suas divindades? E digo-lhe mais: eu estou em crer que Cristo não se importará muito de conviver com os outros deuses mas sim os falsos cristãos, que fizeram de Cristo a fonte de um eterno sofrimento, que rejeita a vida!

Natália Correia, in 'Entrevista (1983)'




Facebook

Inspirações

Encher a Hora

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE