Isidore Ducasse Lautréamont

Uruguai
4 Abr 1846 // 24 Nov 1870
Poeta

8 Textos



O Preço da Imagem (1)

Não nos contentamos com a vida que temos em nós. Queremos viver na ideia dos outros, de uma vida imaginária. Esforçamo-nos por parecer tais quais somos. Fazemos por conservar aquele ser imaginário, q...

Divertimento Enganador (2)

Os homens, tendo podido curar-se da morte, da miséria, da ignorância, lembraram-se, para se tornarem felizes, de não pensar nisso. Foi tudo quanto inventaram para se consolarem de tão poucos males. C...

Presunção e Glória (3)

Somos tão pouco presunçosos que gostaríamos de ser conhecidos da terra, mesmo das pessoas que vierem quando nós já cá não estivermos. Somos tão pouco vãos que a estima de cinco pessoas, vá lá seis, n...

A Análise dos Sentimentos (4)

Os sentimentos experimem a felicidade, fazem sorrir. A análise dos sentimentos exprime a felicidade, pondo de parte toda a personalidade; faz sorrir. Aqueles elevam a alma, dependentemente do espaço,...

O Amor pela Humanidade Começa (5)

As paixões diminuem com a idade. O amor, que não deve ser classificado entre as paixões, diminui da mesma maneira. O que perde por um lado recupera por outro. Já não é severo para o objecto dos seus ...

O Conhecimento da Verdade (6)

Nada é menos estranho que as contradições que se descobrem no homem. Ele é feito para conhecer a verdade. Procura-a. Quando trata de a agarrar, deslumbra-se e confunde-se de tal maneira que não dá mo...

O Fim Justifica o Meio (7)

Os meios virtuosos e bonacheirões não levam a nada. É preciso utilizar alavancas mais enérgicas e mais sábios enredos. Antes de te tornares célebre pela virtude e de atingires o teu objectivo, haverá...

Um Estado Desacostumado (8)

Não é impossível assistir a um desvio anormal no funcionamento latente ou visível das leis da natureza. Efectivamente, se qualquer um se der ao engenhoso trabalho de interrogar as diversas fases da s...


Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE