José Eduardo Agualusa

Angola
n. 13 Dez 1960
Escritor

10 Textos



O Amor é um Acidente, uma Renúncia, um Hábito, uma Maldição (1)

O amor é um acidente.
Eu estava sentada no regaço de uma mulher de cobre, uma escultura de Henry Moore, e Bill debruçou-se sobre mim e beijou-me nos lábios. E de repente eu amava-o. Amava-o e...

Parábola do Homem Sábio (2)

Um dia um homem sábio morreu. No reino dos céus encontrou-se face a face com o Senhor Deus. Este perguntou-lhe:
“Tu, que és sábio e viveste inúmeros anos, diz-me o que aprendeste de realment...

Felicidade Eterna (3)

Antigamente todos os contos para crianças terminavam com a mesma frase, e foram felizes para sempre, isto depois de o Príncipe casar com a Princesa e de terem muitos filhos. Na vida, é claro, ...

Depois do Fim (4)

Os escritores podem dividir-se entre aqueles que dizem sofrer enquanto escrevem e os que afirmam divertir-se. Podem também dividir-se entre os que escrevem para saber como termina a história que come...

Louco é Quem não Sonha (5)

Utopias e distopias são poderosos exercícios de imaginação que nos ajudam a compreender os erros dos atuais modelos políticos e a projetar e construir melhores modelos. Atravessamos tempos convulsos....

Rir é Resistir (6)

No princípio, os chamados pecados capitais não eram sete, mas oito, e a melancolia estava entre eles. No final do século VI o Papa Gregório I reduziu os oito pecados capitais para sete, e a melancoli...

Rodeado por Livros (7)

Gosto de me sentir rodeado por livros. A presença de livros, de muitos livros, tem um poder calmante, como flutuar num oceano pacífico, olhando o céu, numa tarde de sol. Escrevo melhor em casa, na mi...

A Leitura Aproxima as Pessoas (8)

Os bons escritores são aqueles que conseguem colocar os leitores na pele do outro. Creio ser essa a maior virtude da leitura. Ao entrar na pele de diferentes narradores, ao sentir-se parte de outras ...

A Substância do Amor (9)

Ela ainda o amava: «O amor é apenas o princípio do ódio.» Dizia estas coisas terríveis com uma convicção que assustava as amigas. Não, já não o amava, como o podia amar?
(Dizia isto em pranto...
A Substância do Amor e Outras Crónicas

Como Amar uma Mulher (e sobreviver) (10)

Esta é uma conversa só para homens. Minhas senhoras, queridas leitoras, por favor saiam neste parágrafo e fechem a página. Saíram?
Será que saíram todas?
Estamos então entre nós. Bom,...
A Substância do Amor e Outras Crónicas


Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE