Pablo Neruda

Chile
12 Jul 1904 // 23 Set 1973
Poeta [Nobel 1971]

31 Textos

<<

A Minha Poesia (21)

A minha poesia e a minha vida fluíram como um rio americano, como uma torrente de águas do Chile, nascidas na intimidade profunda das montanhas austrais e dirigindo sem cessar para uma saída marítima...

Versos Curtos e Compridos (22)

Como poeta actuante, combati o meu próprio ensimesmamento. Por isso, o debate entre o real e o subjectivo se decidiu dentro do meu próprio ser. Sem pretensões de aconselhar ninguém, os resultados pod...

A Timidez (23)

A verdade é que vivi muitos dos meus primeiros anos, e talvez os segundos e os terceiros, como uma espécie de surdo-mudo.
Ritualmente vestido de negro desde muito novinho, tal como se vestiam...

Neruda e García Lorca em Homenagem a Rubén Dario (24)

Eis o texto do discurso:

Neruda: Senhoras...

Lorca: ...e senhores. Existe na lide dos touros uma sorte chamada «toreio dei alimón», em que dois toureiros furtam o co...

A Poesia (25)

... Quantas obras de arte... Já não cabem no mundo... Temos de as pendurar fora dos quartos... Quantos livros... Quantos livrecos... Quem será capaz de os ler?... Se fossem comestíveis... Se numa pan...

O Ópio (26)

...Havia ruas inteiras dedicadas ao ópio... Os fumadores deitavam-se sobre baixas tarimbas... Eram os verdadeiros lugares religiosos da Índia... Não tinham nenhum luxo, nem tapeçarias, nem coxins de ...

Os Deuses Reclinados (27)

... Por todos os lados as estátuas de Buda, de Lorde Buda... As severas, verticais, carcomidas estátuas, com um dourado de resplendor animal, com uma dissolução como se o ar as desgastasse... Crescem...

Tango do Viúvo (28)

Tive dificuldades na minha vida privada. A doce Josie Bliss foi-se convencendo e apaixonando até adoecer de ciúmes. Se não fosse isso, talvez tivesse continuado indefinidamente ao lado dela. Enternec...

As Máscaras e a Guerra (29)

... A minha casa ficou entre os dois sectores... De um lado avançavam mouros e italianos... Do outro lado avançavam, retrocediam ou aguentavam-se os defensores de Madrid... Pelas paredes tinham entra...

Álvaro (30)

... Diabo de homem, este Álvaro... Agora chama-se Álvaro de Silva... Vive em Nova Iorque... Passou quase toda a vida na selva nova-iorquina... Imagino-o a comer laranjas a horas insólitas, queimando ...

Raízes (31)

Ehrenburg, que lia e traduzia os meus versos, repreendia-me: demasiada raiz, demasiadas raízes, nos teus versos. Porquê tantas? É verdade. As terras fronteiriças do Chile infiltraram as suas raízes n...
<<

Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE