Eça de Queirós

Portugal
25 Nov 1845 // 16 Ago 1900
Escritor

Coração Incoerente

A superior sapiência das nações já formulou esta lei naquele seu fino adágio: O coração não sente o que os olhos não vêem. A mais pequenina dor que diante de nós se produz e diante de nós geme, põe na nossa alma uma comiseração e na nossa carne um arrepio, que lhe não dariam as mais pavorosas catástrofes passadas longe, noutro tempo ou sob outros céus. Um homem caído a um poço na minha rua mais ansiadamente me sobressalta que cem mineiros sepultados numa mina da Sibéria: - e um carro esmagando a pata de um cão, em frente à nossa janela, é um caso infinitamente mais aflitivo do que a heróica e admirável Joana d'Arc queimada na praça de Rouen.

Eça de Queirós, in 'Distrito de Évora'




Facebook

Inspirações

Amor Inexplicável

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE