Gustavo Santos

Portugal
n. 27 Mai 1977
Life Coach

Cumprir os Sonhos

Muitas pessoas confundem sonhar com pensar alto. Pois bem, lamento desiludi-las, mas estão redondamente enganadas. O sonho e o pensamento são coisas completamente distintas. Quantas pessoas conheces que dizem sonhar em ser felizes, ter uma vida mais saudável, perder peso, deixar de fumar, correr uma maratona, passar o Natal com a família reunida, voltar a falar com o irmão ou a amiga, fazer alguma coisa que gostem ou escrever um livro e não se levantam do sofá, só se lamentam e não fazem nada? Pois bem, isto não é sonhar, é, no limite, pensar que gostavam de ser e fazer coisas diferentes.

O sonho pressupõe, sempre, ação! O pensamento não. Foi a ação que me levou da ideia inicial do livro à sua forma final.
Sonhar é somente para os audazes, para os corajosos. Qualquer pessoa que queira aceder a essa dimensão precisa de merecer e o mérito conquista-se, única e simplesmente, com as ações que são praticadas.
Ainda assim, e como acredito que a maioria das pessoas acaba por não sonhar, simplesmente, por não saberem como fazê-lo e não por preguiça ou indiferença, deixo-te aqui umas dicas: não queiras ser o sonho de alguém, estarás a enganar-te a ti e à outra pessoa; não penses que é impossível, não é; nem que é ridículo, muito menos; o sonho é, como tudo o que já te disse, uma experiência pessoal e o teu é tão valioso e especial como o de todos os outros.
Agora, como é que sabes que tens um sonho? Está atento à dicotomia Dever/Desejar.

Sempre que deves fazer algo, estás a ser influenciado por padrões sociais ou, possivelmente, pela educação que tiveste. Por outro lado, sempre que desejas fazer algo e fazes entras em concordância com a tua verdade e, independentemente, de poder ser apenas tua, é essa mesma verdade que te vai levar ao sonho, logo à felicidade. Ou seja, se no primeiro exemplo, fazes coisas que as regras te mandam fazer, quando desejas, só fazes aquilo que tens vontade de fazer. O que é que escolhes, telefonar à tua mãe porque ela é tua mãe e, então, tens de lhe ligar todos os dias ou fazê-lo apenas quando te apetece? Já reparaste que quando o fazes por desejo, a conversa flui de outra maneira? E que uma coisa liga-te à obrigação, a outra à liberdade. O teu sonho encontrar-se-á sempre no que desejas e quanto mais respeitares e dedicares tempo ao que desejas em detrimento do que deves, mais lucidez te sobrará para conseguires ver para lá do óbvio. O sonho fica sempre para além daquilo que os teus olhos alcançam e é por isso que apenas os corajosos decidem vivê-lo, enfrentando o desconhecido, mas certos de onde querem chegar.

Gustavo Santos, in 'Arrisca-te a Viver'




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE