Maria Judite de Carvalho

Portugal
18 Set 1921 // 18 Jan 1998
Escritora

Falta de Tempo

Há tantas coisas em que nunca pensámos por falta de tempo! Na esperança, por exemplo. Quem vai perder cinco ou dez minutos a pensar na esperança, quando pode usá-los muito mais proveitosamente a ler um romance ou a falar ao telefone com uma amiga, a ir ao cinema ou a redigir ofícios no emprego? Pensar na esperança, que coisa imbecil! Até dá vontade de rir. Na esperança... Sempre há gente... E ela metida como areia nas pregas e nas bainhas da alma. Passam anos, passam vidas, aí vem o último dia e a última hora e o último minuto e ela então aparece a tornar inesperado aquilo por que esperávamos, a fazer o que já era amargo ainda mais amargo. A tornar mais difíceis as coisas.

Maria Judite de Carvalho, in 'Tanta Gente, Mariana'




Outros Textos de Maria Judite de Carvalho:

Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE