Em Teu Ventre

por: José Luís Peixoto
Portugal
n. 4 Set 1974
Escritor

6 Textos



Uma Mentira (1)

Uma mentira, fina como um cabelo, perturba para sempre a ordem do mundo. Aquilo que sabemos tem muita importância. Tomamos decisões, vamos por aqui ou por ali, consoante aquilo que sabemos. E tudo o ...

Entender os Outros (2)

Entender os outros não é uma tarefa que comece nos outros. O início somos sempre nós próprios, a pessoa em que acordámos nesse dia. Entender os outros é uma tarefa que nunca nos dispensa. Ser os outr...

As Mães não Descansam (3)

Todas as pessoas têm direito a descanso, menos as mães. Para cada tarefa, profissão ou encargo há direito a uma folga, menos para as mães. Se alguma mãe demonstrar a mínima fadiga de ser mãe, haverá ...

Em Tudo o que Fiz Bem Pus um Pouco de Ti (4)

Eis o teu rosto iluminado por esta hora de maio.
Ao filho autêntico, basta fechar os olhos para encontrar o rosto da sua mãe.
A fronteira que separa o dentro do fora é vaga de propósi...

Os Olhos não Permitem a Mentira (5)

Será através dos olhos que passarás aos teus filhos tudo o que souberes.
Pouco valimento será dado às lições que, em vã convicção, te atrevas a dedicar-lhes.
Não poderás ensinar mais ...

O Absoluto é um Fardo Insuportável (6)

Para oferecer conforto rudimentar, retirei peso às palavras e às ações.
O conhecimento completo emudece as palavras e tolhe as ações.
O absoluto é um fardo insuportável.
A irr...


Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE