Natália Correia

Portugal
13 Set 1923 // 16 Mar 1993
Poeta

O Provincianismo Literário

O provincianismo do querer fazer «como lá fora» não é pecha só portuguesa. A maior parte dos países são importadores de cultura. No entanto, redimem-se no desafogo de casos geniais, como um Lorca em Espanha e como um Ghelderode na Bélgica. Cito estes dois exemplos porque eles acusam o verdadeiro alcance que pode ter o universal quando mergulha nos mais íntimos recessos do popular. Quer Lorca, quer o autor de Mademoiselle Jair, apreenderam na psique espanhola e flamenga algo que encerra o universal em bruto na sua forma mais primitiva e, por isso mesmo, de toda a gente. Entre nós pratica-se o inverso. Tem-se horror do popular pelo grande embasbacamento em que se está perante uma cultura que não sendo vivificada pela experiência, redunda em erudição.

Natália Correia, in Entrevista (1963)'




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE