35 Textos

<< >>

O Amor de Si Próprio (11)

[Ferido por uma crítica adversa, um poeta busca consolo para a mágoa relendo seus próprios versos.] Desgosto (...), mas desgosto curto. Ele irá dali remirar-se nos próprios livros. A justiça que um a...

Vaidade a Qualquer Preço (12)

Muitas vezes obramos bem por vaidade, e também por vaidade obramos mal: o objecto da vaidade é que uma acção se faça atender, e admirar, seja pelo motivo, ou razão que for. Não só o que é digno de lo...

O Preço da Vaidade (13)

Se o que se deseja é apenas dar sustento à natureza, bastam três libras esterlinas por ano, segundo a estimativa de William Petty; mas, como os tempos andam muito alterados, vamos supor seis libras. ...

Tudo é Avaliado pela Nossa Vaidade (14)

Para nada ser permanente em nós, até o ódio se extingue: cansamo-nos de aborrecer: a nossa inclinação tem intervalos, em que fica isenta da sua maldade natural; não esquece porém o ódio, que teve por...

Aquilo em que se Tem Mais Vaidade é o Corpo (15)

Aquilo em que se tem mais vaidade é o corpo. Mesmo que aleijado, há sempre um pormenor que nos envaidece. Compô-lo. Arranjá-lo. O careca puxa o cabelo desde o cachaço ou do olho do cú para tapar a de...
Conta-Corrente I

A Vaidade Deforma a Alegria e a Tristeza (16)

As virtudes humanas muitas vezes se compõem de melancolia, e de um retiro agreste. As mais das vezes é humor o que julgamos razão; é temperamento o que chamamos desengano; e é enfermidade o que nos p...

Preferimos os Nossos Próprios Males (17)

Em todas as situações em que nos coloca a Fortuna, comparamo-nos ao que está acima de nós e olhamos para aqueles que estão melhor que nós. Confrontemo-nos com o que está abaixo: não há niguém que sej...

A Alegria Pura só Existe sem a Vaidade (18)

A mais pura alegria é aquela que gozamos no tempo da inocência; estado venturoso, em que nada distinguimos pela razão, mas pelo instinto; e em que nada considera a razão, mas sim a natureza. Então ci...

Os Portugueses São Profundamente Vaidosos (19)

Os Portugueses são profundamente vaidosos. Quando me dizem que eu sou muito vaidosa, eu, nisso, sinto-me muito portuguesa. Quando, por exemplo, os Franceses me dizem, com uma linguagem muito catedrát...

A Vaidade Cega a Sabedoria (20)

Os sábios da terra não são os mais próprios para o governo dela. As Repúblicas, que se fundaram, ou se quiseram governar por sábios, perderam-se, acabaram-se; temos notícia delas pelo que foram, e nã...
<< >>

Facebook

Inspirações

Ímpeto de Voar

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE