Rafael Chirbes

Espanha
27 Jun 1949 // 15 Ago 2015
Escritor

Um Pedaço do Céu

- É verdade, Liliana. De momento, nesta tarde tão húmida e nublada, com este fio que se nos mete pelos ossos adentro, Deus é um café bem quente e aromático, feito com grãos acabados de moer; no verão, procura Deus num belo gelado, num desses gelados tão saborosos, de torrão, de chocolate; ou de papaia e manga, porque agora os espanhóis também já fazem gelados de manga, e de goiaba e papaia, e um dia destes até gelados de dúrio há de haver, embora os espanhóis não gostem do cheiro do dúrio, tão forte, parece que lhes mete nojo. Eu também não gosto do cheiro, mas o fruto é uma delícia. Pensa que aí mesmo, na geladaria da praça, está um pedaço do céu com que sonhámos, ou do céu que podemos alcançar e que ainda não nos tiraram. Senta-te com os teus filhos numa esplanada, num fim de tarde de agosto, come um gelado de manga bem cremoso, e verás que é aí que está o Deus do verão, assim como está no tintico o Deus do inverno. Quando os espanhóis chegaram para nos conquistar, nós sabíamos que não existe um só deus, mas muitos deuses, há um deus para cada coisa, para cada dia, e quisemos ensinar-lhes isso, mas de nada valeu, era gente de cabeça dura, e tiveram de afugentar esses deuses todos, para que ficasse só o deles, e diz-me lá se ganhámos alguma coisa com isso.

Rafael Chirbes, in "Na Margem"




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE