Publicidade

Pacheco Pereira

Publicidade
A afirmação do primado dos partidos não chega para combater a sua crise, pode inclusive ser factor da sua aceleração, porque parece, e é, uma defesa das coisas como estão. Por isso, não basta acantonarem-se os defensores dos partidos na centralidade destes na vida democrática, para resolver a questão. O problema é que os partidos já não estão no centro da vida democrática, descentraram-se, perderam esse papel, e uma defesa a outrance do sistema partidário versus o populismo não chega.

Público / 20060126




Publicidade

Facebook
Publicidade

Inspirações

Amar e Ser Amado

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE