Publicidade

Ana Sá Lopes

Publicidade
Quase tudo no amor é ridículo, desajustado, incongruente: o amor é um lugar fora da cidade e dos seus sacramentos, a milhas da razão, estranho à cultura, arredado da educação, a contas com a justiça - nunca há justiça no amor e, misteriosamente, os envolvidos acreditam que ela acontecerá e suplicam todos os dias pela impossível clemência.

Diário de Notícias / 20061215




Publicidade

Facebook
Publicidade

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE