Versos: Falas de Civilização, e de não Dever Ser

13 Versos

>>

"Falas de civilização, e de não dever ser"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Ou de não dever ser assim"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Dizes que todos sofrem, ou a maioria de todos"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Com as cousas humanas postas desta maneira"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Dizes que se fossem diferentes, sofreriam menos"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Dizes que se fossem como tu queres, seria melhor"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Escuto sem te ouvir"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Para que te quereria eu ouvir"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Ouvindo-te nada ficaria sabendo"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
"Se as cousas fossem diferentes, seriam diferentes: eis tudo"
Autor - Alberto Caeiro
(Heterónimo de Fernando Pessoa)
//VER DETALHE
>>

Nota:
As rimas são obtidas com base nas últimas 3 letras da palavra, e não com base na fonética.

Facebook

Inspirações

Quase Sem o Saber

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE