Isabel Allende

Chile
n. 2 Ago 1942
Escritora/Jornalista

10 Citações



A vida é puro ruído entre dois silêncios abismais. Silêncio antes de nascer, silêncio após a morte.
Escrever é como fazer amor. Não te preocupes com o orgasmo, preocupa-te com o processo.
Quando sentimos que a mão da morte nos pousa no ombro, a vida ilumina-se de outra maneira e descobrimos em nós mesmos coisas maravilhosas de que nem sequer suspeitávamos.
Aquele que procura a verdade corre o risco de a encontrar.
A tortura é uma experiência humilhante. A meta não é obter informação, mas castigar-nos e destroçar-nos tanto, que façamos o que as autoridades querem. Transformamo-nos num exemplo para os outros, que ficam aterrorizados para sempre.
É melhor ser homem do que mulher, porque até o homem mais miserável tem sempre uma mulher em quem mandar.
Escrever é, para mim, como fazer croché: tenho sempre medo que se me escape uma malha.
A guerra é a obra de arte dos militares, a coroação da sua formação, a insígnia dourada da sua profissão. Não foram criados para brilhar na paz.
O escritor escreve do que tem dentro, do que vai cozinhando no seu interior e que vomita porque já não pode mais.
A relação sexual dá essa intimidade que somente a mãe e o recém-nascido têm.
 

Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE