O Outro Pé da Sereia

por: Mia Couto
Moçambique
n. 5 Jul 1955
Escritor/Biólogo

64 Citações

>>

A saudade é uma tatuagem na alma: só nos livramos dela perdendo um pedaço de nós.
Nascemos para ser escolhidos, vivemos para escolher.
Quem chora dormindo pode também rezar sem despertar.
Nenhum sonho se pode contar. Seria preciso uma língua sonhada para que o devaneio fosse transmissível. Não há essa ponte. Um sonho só pode ser contado num outro sonho.
Todo o cortejo é fúnebre.
A vida, para ele, era um rio comportado. A felicidade era o prenúncio da inundação.
De que valia dormir se ela não adormecia os sonhos? (...) De que servia cantar se a sua alma acabara ensurdecendo?
Esse medo que os homens nutrem das mulheres, desses antigos demónios que apenas o gesto feminino pode soltar.
Não é força que se pede a um canoeiro. O segredo está no ritmo dos remos, batendo num mesmo compasso na superfície da água.

Mar

O navio é uma ilha habitada por homens e os seus fantasmas.
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE