Johann Wolfgang von Goethe

Alemanha
28 Ago 1749 // 22 Mar 1832
Escritor, Cientista, Mestre de Poesia, Drama e Novela

15 Poemas



Feliz Só Será (1)

Feliz só será/ A alma que amar./ / 'Star alegre/ E triste,/ Perder-se a pensar,/ Desejar/ E recear/ Suspensa em penar,/ Saltar de prazer,/ De aflição morrer —/ Feliz só será/ A alma que amar./ / J...

Canto dos Espíritos sobre as Águas (2)

A alma do homem/ É como a água:/ Do céu vem,/ Ao céu sobe,/ E de novo tem/ Que descer à terra,/ Em mudança eterna./ / Corre do alto/ Rochedo a pino/ O veio puro,/ Então em belo/ Pó de ondas de névoa/...

Livro do Amor (3)

O mais singular livro dos livros/ É o Livro do Amor;/ Li-o com toda a atenção:/ Poucas folhas de alegrias,/ De dores cadernos inteiros./ Apartamento faz uma secção./ Reencontro! um breve capítulo,/ F...

O Divino (4)

Nobre seja o homem,/ Caridoso e bom!/ Pois isso apenas/ É que o distingue/ De todos os seres/ Que conhecemos./ / Glória aos incógnitos/ Mais altos seres/ Que pressentimos!/ Que o homem se lhes iguale...

Reconciliação (5)

A paixão traz a dor! — Quem é que acalma/ Coração em angústia que sofreu perda tal?/ As horas fugidias — para onde é que voaram?/ O que há de mais belo em vão te coube em sorte!/ Turbado está o espír...

E Quando de Dia a Lonjura (6)

E quando de dia a lonjura dos montes/ Azuis atrai a minha saudade,/ E, de noite, as estrelas desmedidas/ Esplendorosas ardem sobre a minha cabeça/ / Todos os dias e todas as noites/ Assim celebro o d...

Poemas São como Vitrais Pintados (7)

Poemas são como vitrais pintados!/ Se olharmos da praça para a igreja,/ Tudo é escuro e sombrio;/ E é assim que o Senhor Burguês os vê./ Ficará agastado? — Que lhe preste!.../ E agastado fique toda a...

Agora me Sinto Alegre e Inspirado (8)

Agora me sinto alegre e inspirado em chão clássico;/ Mundo de outrora e de hoje mais alto e atraente me/ fala./ Aqui sig...

Se da Amada Estás Ausente (9)

Se da Amada estás ausente/ Como o Oriente do Ocidente,/ O coração transpõe todo o deserto;/ Só, por toda a parte acha o seu caminho certo./ Para quem ama Bagodá é aqui perto./ / Johann Wolfgang vo...

Não te Arrependas (10)

Não te arrependas, Amada, porque a mim tão depressa/ te deste!/ Podes crer, nem por isso de ti penso coisas insolentes/ ...

Proémio (11)

Em nome daquele que a Si mesmo se criou!/ De toda eternidade em ofício criador;/ Em nome daquele que toda a fé formou,/ Confiança, actividade, amor, vigor;/ Em nome daquele que, tantas vezes nomeado,...

Propriedade (12)

Sei que nada me é pertencente/ Além do livre pensamento/ Que da alma me quer brotar,/ E cada amigável momento/ Que um destino bem-querente/ A fundo me deixa gozar./ / Johann Wolfgang von Goethe, i...

A Taça (13)

Uma taça cheia, bem lavrada, / Segurava e apertava nas mãos ambas,/ Ávido sorvia do seu bordo doce vinho/ Para, a um tempo, afogar mágoa e cuidado./ / Entrou o Amor e achou-me sentado,/ E sorriu disc...

Pensamentos Nocturnos (14)

Lastimo-vos, ó estrelas infelizes,/ Que sois belas e brilhais tão radiosas,/ Guiando de bom grado o marinheiro aflito,/ Sem recompensa dos deuses ou dos homens:/ Pois não amais, nunca conhecestes o a...

Em Ramos Tufados, Cheios... (15)

Eram ramos tufados, cheios,/ Olha, minha Amada, vê! / Deixa que te mostre os frutos/ Dentro dos ouriços verdes./ / Redondos, há muito pendem,/ Calmos, fechados em si,/ E um ramo a baloiçar/ Os embala...


Facebook

Pensar Custa

Pensar é a todo momento e a todo custo. Pensar dói, cansa e só traz aborrecimentos. Melhor é não pensar. Mas pensar não é facultativo. Se o cérebro, a mínima parte dele que seja, deixa de estar alert...

Em Tudo o que Fiz Bem Pus um Pouco de Ti

Eis o teu rosto iluminado por esta hora de maio. Ao filho autêntico, basta fechar os olhos para encontrar o rosto da sua mãe. A fronteira que separa o dentro do fora é vaga de propósito, mais exata...
© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE