Fernando Pessoa

Portugal
13 Jun 1888 // 30 Nov 1935
Poeta

Natal

Nasce um Deus. Outros morrem. A verdade
Nem veio nem se foi: o Erro mudou.
Temos agora uma outra Eternidade,
E era sempre melhor o que passou.

Cega, a Ciência a inútil gleba lavra.
Louca, a Fé vive o sonho do seu culto.
Um novo Deus é só uma palavra.
Não procures nem creias: tudo é oculto.

Fernando Pessoa, in 'Poesias'




Facebook

Inspirações

O Tamanho da Mãe

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE