7 Poemas



25 de Abril (1)

Esta é a madrugada que eu esperava/ O dia inicial inteiro e limpo/ Onde emergimos da noite e do silêncio/ E livres habitamos a substância do tempo/ / Sophia de Mello Breyner Andresen, in 'O Nome d...

Louvor do Revolucionário (2)

Quando a opressão aumenta/ Muitos se desencorajam/ Mas a coragem dele cresce./ Ele organiza a luta/ Pelo tostão do salário, pela água do chá/ E pelo poder no Estado./ Pergunta à propriedade:/ Donde v...

Revolução (3)

Como casa limpa/ Como chão varrido/ Como porta aberta/ / Como puro início/ Como tempo novo/ Sem mancha nem vício/ / Como a voz do mar/ Interior de um povo/ / Como página em branco/ Onde o poema emerg...

Revolução (4)

Pena que as revoluções/ não as façam os tiranos/ se fariam bem em ordem/ durariam menos anos/ / liberdade sairia/ como verba de orçamento/ e se houvesse qualquer saldo/ se inventava suplemento/ / pag...

Novembro (5)

Quando o esbirro se aborrece, torna-se perigoso./ O céu constrói-se, em chamas./ Sinais de pancadas ouvem-se de cela em cela./ E do solo, coberto de neve, o espaço jorra./ Algumas pedras brilham como...

Pior que não Cantar (6)

Pior que não cantar/ é cantar sem saber o que se canta/ / Pior que não gritar/ é gritar só porque um grito algures se levanta/ / Pior que não andar/ é ir andando atrás de alguém que manda/ / Sem amor...

Revolução - Descobrimento (7)

Revolução isto é: descobrimento/ Mundo recomeçado a partir da praia pura/ Como poema a partir da página em branco/ — Catarsis emergir verdade exposta/ Tempo terrestre a perguntar seu rosto/ / Soph...


Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE