Publicidade

António Fernandes Aleixo

Portugal
18 Fev 1899 // 16 Nov 1949
Poeta popular

Publicidade

12 Poemas

<<

A Gentil Camponesa (11)

MOTE/ / Tu és pura e imaculada,/ Cheia de graça e beleza;/ Tu és a flor minha amada,/ És a gentil camponesa./ / GLOSAS/ / És tu que não tens maldade,/ És tu que tudo mereces,/ És, sim, porque desconh...

Façam por não Verem Mais (12)

MOTE/ / Vós, ó mães idolatradas,/ Façam por não verem mais/ Crianças abandonadas,/ Tísicas — nos hospitais./ / GLOSAS/ / Sim, vós, ó mães carinhosas,/ Criai as vossas filhinhas,/ Educai-as de crianci...
<<

Publicidade

Facebook
Publicidade

Inspirações

Encher a Hora

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE