Publicidade

Artur do Cruzeiro Seixas

Portugal
n. 3 Dez 1920
Pintor/Poeta

Publicidade

Era uma Pedra Feminina

Era uma pedra feminina
muito perto de uma pedra bem masculina
onde
a todo o comprimento do mastro
batiam os dentes das aves.
E o que restava das mãos mais antigas
pedia ainda dinamite
talheres avulso
mastodontes inviolados
alguns jovens em renda para bordar as estradas
hastes primaveris correndo o risco de se tornarem de bronze
acenando
a uma paisagem
hexagonal
maior que a soma de todas as janelas.

Artur do Cruzeiro Seixas, in 'Obra Poética'




Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook
Publicidade

Inspirações

Amar e Partilhar

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE