Header load Poema: Foi um Dia de Inúteis Agonias - Camilo Pessanha - Poesia / Poemas no Citador
 
 
 

Camilo Pessanha

Portugal
7 Set 1867 // 1 Mar 1926
Poeta

Foi um Dia de Inúteis Agonias

Foi um dia de inúteis agonias.
Dia de sol, inundado de sol!...
Fulgiam nuas as espadas frias...
Dia de sol, inundado de sol!...
Foi um dia de falsas alegrias.
Dália a esfolhar-se, _o seu mole sorriso...
Voltavam ranchos das romarias.
Dália a esfolhar-se, _o seu mole sorriso...
Dia impressível mais que os outros dias.
Tão lúcido... Tão pálido... Tão lúcido!...
Difuso de teoremas, de teorias...
O dia fútil mais que os outros dias!
Minuete de discretas ironias...
Tão lúcido... Tão pálido... Tão lúcido!...

Camilo Pessanha, in 'Clepsidra'
// Consultar versos e eventuais rimas




Facebook

Inspirações

O Preço da Alma

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE